banner-sub

Trabalhos Poster

Informamos que o poster deve ter medidas máximas 90 (largura) x 1,20 (altura) e os com a corda na ponta seriam mais fáceis de serem pendurados.

 

Sugestões para um poster atrativo

Julio M Singer

Departamento de Estatística, IME

Universidade de São Paulo

O objetivo de um poster é divulgar o seu trabalho de uma forma simples e concisa, lembrando que você estará presente para discutir detalhes e apresentar os resultados aos interessados. Tendo em vista que, mesmo interessados, os leitores estarão em pé num ambiente geralmente barulhento em que o poder de concentração é mínimo, seguem algumas sugestões para tornar o poster atrativo e facilitar a interação.

  1. Não reproduza o artigo no qual se baseia, procurando reduzir o texto ao mínimo. Nesse sentido você pode
  • usar itemização (“bullets”)
  • escrever de forma esquemática, sem necessariamente usar o padrão sujeito/predicado.
  • usar formatação em blocos e cores
  1. Formate o texto em seções, salientando a motivação, a especificação do problema, a metodologia empregada e principalmente, as conclusões, ressaltando a sua contribuição.
  2. Escolha um título sugestivo
  3. Utilize gráficos e tabelas para resumir a informação
  4. Use um tamanho de fonte apropriado
  5. Use um corretor ortográfico
  6. Procure modelos na internet; por exemplo

http://www.ime.usp.br/~jmsinger/poster_EMR2011_Regina_et_al.pdf

http://www.ime.usp.br/~jmsinger/poster_EMR2011_Regina_et_al.tex

http://www.ime.usp.br/~jmsinger/poster_EMR2011_Santan_et_al.pdf

http://www.ime.usp.br/~jmsinger/poster_EMR2011_Santan_et_al.tex

 

 

Sugestões para construção de tabelas

  • Não utilize mais casas decimais do que o necessário para não mascarar as comparações de interesse. Compare a Tabela 1 com a Tabela 2.

Tabela 1: Número de alunos

Estado

Bebida preferida

 

civil

não alcoólica

cerveja

outra alcoólica

Total

     Solteiro

19 (53%)

7 (19%)

10 (28%)

36 (100%)

     Casado

   3 (25%)

4 (33%)

5 (42%)

12 (100%)

     Outros

   1 (50%)

0 ( 0%)

1 (50%)

2 (100%)

Total

23 (46%)

11 (22%)

16 (32%)

50 (100%)

Tabela 2: Número de alunos (e porcentagens com duas casas decimais)

 

Estado

Bebida preferida

 

civil

não alcoólica

cerveja

outra alcoólica

Total

     Solteiro

19 (52,78%)

7 (19,44%)

10 (27,78%)

36 (100,00%)

     Casado

   3 (25,00%)

4 (33,33%)

5 (41,67%)

12 (100,00%)

     Outros

   1 (50,00%)

0 ( 0,00%)

1 (50,00%)

2 (100,00%)

Total

23 (46,00%)

11 (22,00%)

16 (32,00%)

50 (100%)

  • Proponha um título autoexplicativo e inclua as unidades de medida. O título deve dizer o que representam os números do corpo da tabela e, em geral, não deve conter informações que possam ser obtidas diretamente dos rótulos de linhas e colunas. Compare o título da Tabela 3 com: Intenção de voto (%) por candidato para diferentes meses.
  • Inclua totais de linhas e/ou colunas para facilitar as comparações. É sempre bom ter um padrão contra o qual os dados possam ser avaliados.
  • Ordene colunas e/ou linhas quando possível. Se não houver impedimentos, ordene-as segundo os valores, crescente ou decrescentemente. Compare a Tabela 3 com a Tabela 4.

Tabela 3: Intenção de voto (%)

Candidato

janeiro

fevereiro

março

abril

Nononono

39

41

40

38

Nananana

20

18

21

24

Nenenene

8

15

18

22

Tabela 4: Intenção de voto (%)

Candidato

janeiro

fevereiro

março

abril

Nananana

20

18

21

24

Nononono

39

41

40

38

Nenenene

8

15

18

22

  • Tente trocar de orientação (linhas por colunas) para melhorar a apresentação. É mais fácil fazer comparações ao longo das linhas do que das colunas.
  • Altere a disposição e o espaçamento das linhas e colunas para facilitar a leitura. Inclua um maior espaçamento a cada grupo de linhas e/ou colunas em tabelas muito extensas.
  • Não analise a tabela descrevendo-a, mas sim comentando as principais tendências sugeridas pelos dados. Por exemplo, os dados apresentados na Tabela 1 indicam que a preferência por bebidas alcoólicas é maior entre os alunos casados do que entre os solteiros; além disso, há indicações de que a cerveja é menos preferida que outras bebidas alcoólicas, tanto entre solteiros quanto entre casados.

Sugestões para construção de gráficos

  • Proponha um título autoexplicativo.
  • Escolha o tipo de gráfico apropriado para os dados.
  • Rotule os eixos apropriadamente, incluindo unidades de medida.
  • Procure escolher adequadamente as escalas dos eixos para não distorcer a informação que se pretende transmitir. Se o objetivo for comparar as informações de dois os mais gráficos, use a mesma escala.
  • Inclua indicações de “quebra” nos eixos para mostrar que a origem (zero) está deslocada.
  • Altere as dimensões do gráfico até encontrar o formato adequado.
  • Inclua uma legenda.
  • Tome cuidado com a utilização de áreas para comparações, pois elas variam com o quadrado das dimensões lineares.
  • Não exagere nas ilustrações que acompanham o gráfico para não o “poluir” visualmente, mascarando seus aspectos mais relevantes.

Bibliografia

Cleveland, W.M. (1994). The elements of graphing data. Summit, New Jersey: Hobart Press.

Ehrenberg, A. S. C. (1981). The problem of numeracy. The American Statistician, 35, 67-71.